Freguesia de Gouveia

Autocaravanismo
Autocaravanismo

UM PARQUE PARA AUTACARAVANAS
UM DESAFIO, UMA OPORTUNIDADE

Autocaravanismo
Autocaravanismo

UM PARQUE PARA AUTACARAVANAS
UM DESAFIO, UMA OPORTUNIDADE

A Junta de Freguesia de Gouveia defende a instalação, na nossa Cidade, de uma área de serviço para acolhimento de Autocaravanas.

A justificação para a criação deste espaço particular foi mesmo apresentada pessoalmente pelo Presidente da Junta, em sessão pública do executivo municipal.

Segundo João Amaro, “o Autocaravanismo é uma emergente actividade de turismo itinerante que se encontra em crescente expansão e, por isso, ganha uma importância especial”, referindo-se a um estudo da CCDR/Algarve que apurou um número superior a 1 milhão de dormidas de autocaravanistas fora dos parques de campismo.

"Esta realidade permite fazer a destrinça e desfazer, à partida, um equívoco muito frequente, o de confundir o caravanismo campista como forma de passar um período de férias, em parque apropriado, com o Autocaravanismo, com estadias de pernoita, por períodos curtos, normalmente estacionados dentro ou com acessibilidade próxima ao centro das urbes que se pretendem visitar, permitindo ao turista itinerante as suas deslocações a pé", referiu o autarca da Freguesia.

É por isso que, na generalidade da Europa e, sobretudo, desde há 3 anos a esta parte, em Portugal, as Autarquias começaram a dotar as suas terras com áreas de apoio ao crescente número de autocaravanistas que demandam o nosso País ou as nossas regiões.

Tratam-se de espaços de estacionamento adequados às dimensões das autocaravanas que possibilitam, como refere a Federação Portuguesa de Autocaravanismo, “o despejo das águas sabonetadas e das sanitas, náuticas ou portáteis, e ainda de abastecerem de água potável”.

Para o Presidente da Junta de Gouveia, “a criação destas áreas não são dispendiosas e o retorno compensa indubitavelmente o investimento”.

O autocaravanismo representa pois, uma mais-valia para o turismo nacional com dezenas de milhares de autocaravanas, nacionais e estrangeiras a circular por todo o nosso território, sem qualquer carácter de sazonalidade e com os mais diversos interesses por parte dos seus utilizadores que apreciam a gastronomia, as belezas naturais ou monumentais duma localidade.

“É um nicho de mercado turístico importantíssimo, que Gouveia não pode perder”, defende o Presidente da Junta, “dotando-se de condições de acolhimento que atraiam e fidelizem este segmento importante do turismo, construindo as necessárias infra-estruturas de acolhimento que permitam o usufruto da nossa Cidade e, consequentemente, contribuam para o nosso desenvolvimento”.

O autocaravanista vai, pernoita, visita uma Vila ou Cidade quando sabe que tem condições para a sua estadia.

João Amaro sugeriu ainda aquela que seria uma boa localização para a instalação duma destas Áreas de Acolhimento: a Rua Dr. Fernando Rebelo (via sem saída).

Para o autarca, as razões são evidentes: “próxima do centro da cidade, por isso com fácil acesso pedonal ao comércio local e aos locais a visitar; próxima da nossa oferta de equipamentos e serviços – Hotel, Cinema, Biblioteca, Museu, Mercado, Restaurantes, Cafetarias, Bancos, etc.; local já dotado com infraestruturas básicas, conveniente orografia do local, praticamente plano; inserido em zona resguardada, calma e tranquila da nossa Cidade e com óptima envolvência”.

Fotos

 

Tópicos: Gouveia, Autocaravanismo, Caravanismo, Turismo

Imprimir Email